Site Meter

23.3.11

O MEU JARDIM DE VASOS


 
 O meu jardim de vasos tem sofrido com a persistências das chuvas, com o granizo perfurante, com a queima das geadas, com o desatino dos ventos. Tem sofrido, digo eu, que nada sei de humores vegetais. Sei que ele aí está, a oferecer a gala das cores cantantes, a simetria estonteante das formas, o veludo e o espinho, a humildade e o atrevimento. Meu tão simples jardim.


Licínia Quitério

1 comentário:

Mel de Carvalho disse...

Licínia, fiz zoom e adorei cada vaso. Por aqui os meus andam também a falar de primavera...

beijo com carinho
Mel

Também aqui

Follow liciniaq on Twitter
 
Site Meter

Web Site Statistics
Discount Coupon Code