Site Meter

16.11.16

A PEQUENEZ


O mundo muda, a terra treme, as guerras continuam. Os homens exultam, afligem-se, perturbam-se, vagueiam, perguntam-se, o que é que está a acontecer, e não têm respostas. Têm um desacerto nas falas, um desequilíbrio nos passos. Correm mundos em busca da glória, da salvação. Voltam sempre ao colo das mães, à soleira da casa, donde afinal nunca saíram. O que mais lhes custa é a confissão da pequenez, da queda. O mundo muda mais que o coração dos homens.

Licínia Quitério

1 comentário:

Clara Pimentel disse...

Perfeito retrato, triste mas justo. Obrigada pela sua lucidez, Licínia.

Também aqui

Follow liciniaq on Twitter
 
Site Meter

Web Site Statistics
Discount Coupon Code