Site Meter

2.5.16

ESPERAS


Senhora do seu nariz, ao telefone, queixa-se da comida, nem bons produtos, nem bem cozinhada, sim, tem vista para o mar, e isso o que lhe importa, não, não há-de acabar ali os seus dias, está na clínica à espera que a chamem para um exame médico, uma seca, há horas, o que é que eles estão a fazer lá dentro que não chamam ninguém, neste momento estou sozinha, sim, ela foi às compras e deixou-me aqui, já há um tempão, hoje em dia são assim, em todo o lado, olha, vem a chegar, vou desligar. 
Chegou a acompanhante, com farda de profissão, jovem, traz-lhe bolachinhas, a senhora ainda não comeu, e água, bebeu, mas tem de beber, eu vou buscar. 
A senhora tira do saco um segundo telemóvel e diz para a jovem lhe pôr ali o número do Gonçalo, está no outro, veja lá, porcaria de telemóveis, tenho de comprar um que seja bom, mas a senhora já tem dois, pronto, o número do Gonçalo já está também neste, a senhora insiste, tenho de comprar um melhor. 
A senhora não deve ter falta de dinheiro, nem de telemóveis, o que a senhora não tem é paciência para esta porcaria de vida que já lhe deu muitos anos, diabetes, e horas de espera numa clínica, que ela detesta esperar, principalmente agora que já não tem ninguém que espere por ela.

Sem comentários:

Também aqui

Follow liciniaq on Twitter
 
Site Meter

Web Site Statistics
Discount Coupon Code