Site Meter

13.5.11

TRANSGRESSÕES



Colhidas à beira do passeio, pendentes de muro de jardim abandonado, rosas de toucar, garridas e de curta vida. Postas em jarra de vidro de outra geração, arrumadas sem esmeros de florista,  por alguns dias vão ser um sorriso aberto e generoso sobre a minha mesa de saudades. Gosto de me picar a colher rosas com cheiro a beijo roubado. Gosto de fazer caminho proibido sobre a relva e aposto que ela gosta de sentir a leveza súbita dos meus passos. Nas infantis transgressões, encontro o sabor indefinível da liberdade. Como Gabriela, eu nasci assim: sapato não, seu Nacib.

Licínia Quitério 

1 comentário:

M. disse...

Bela a cor dos teus passos livres.

Também aqui

Follow liciniaq on Twitter
 
Site Meter

Web Site Statistics
Discount Coupon Code