Site Meter

23.1.12

UMA HISTÓRIA DE ENCANTAR




Não, não é uma "mina de água". É a casa da fada do jardim. Como todas as fadas, só se deixa ver por quem nela acredita. Durante muitos anos não me apareceu. Voltei agora a vê-la. Não envelheceu. As fadas ficam sempre assim, meninas, de pele branca, cabelos loiros ondulados. Os olhos brilham e nos dentes muito brancos há cintilações de diamante. A uma palavra, que é segredo só meu, abre-me a porta verde e ficamos ali as duas, sentadas no tapete de folhas secas, a desfiar feitiços bons, a soltar pequeninas risadas, a cumprimentar os pirilampos que nos dizem que a noite chegou. Quando estamos juntas, eu também sou invisível para todos, menos para a fada do jardim, amiga que julgava ter perdido para sempre, com esta minha mania de acreditar nas pessoas que não acreditam em varinhas de condão. 

Licínia Quitério

Sem comentários:

Também aqui

Follow liciniaq on Twitter
 
Site Meter

Web Site Statistics
Discount Coupon Code